Cerca de 118 unidades de Bancos Postais estão ameaçadas de deixarem de funcionar no Rio Grande do Norte. A possibilidade de fechamento dessas agências preocupa a população, porque são serviços importantes para as pessoas que já dispõem de poucas opções bancárias.
Os Correios alegam falta de segurança e o aumento recorrente de casos de violência no Estado, para a decisão de fechar as unidades.
Os valores investidos somente em vigilância superam R$ 11 milhões no Rio Grande do Norte. Porém, com a crise financeira, a estatal já está desativando o serviço.
Esta semana, em Brasília a senadora Fátima Bezerra convocou uma reunião de emergência com a direção nacional dos Correios, e convidou toda a bancada federal para acompanhá-la.