Na primeira noite de patrulhamento do Exército nas ruas de Natal, a cidade registrou confronto armado entre grupos criminosos rivais, além de assaltos e roubos de carros em vários bairros. Segundo o Ministério da Defesa, 720 homens das Forças Armadas começaram a atuar nesta sexta-feira (29) para reforçar a segurança no Rio Grande do Norte.

Por volta das 21h30, um tiroteio entre criminosos parou o trânsito na avenida Felizardo Moura, próximo à ponte de Igapó, que liga as zona Oeste e Norte da capital potiguar e é um dos principais acessos ao Aeroporto de Natal. De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Natal, Michel Dantas, entre oito e 10 homens que pertencem a uma facção criminosa tentaram tomar o controle da comunidade do Mosquito, que fica às margens da avenida.

Durante o tiroteio, várias pessoas abandonaram os carros na pista e se esconderam no mangue que margeia o Rio Potengi. Houve colisões e motoristas chegaram a voltar pela contramão. O tiroteio foi suspenso com a chegada da Guarda Municipal ao local. Logo em seguida, houve reforço do policiamento com o Batalhão de Choque da Polícia Militar e equipes das Forças Armadas.

Os envolvidos no tiroteio conseguiram fugir. Porém, um suspeito de envolvimento no caso, baelado na perna foi preso e levado ao hospital. Os carros usados pelos criminosos eram roubados e foram abandonados no local.