O governo do Rio Grande do Norte anunciou que pagará o salário de outubro dos servidores da Segurança Pública na segunda-feira (13), incluindo, além de policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e servidores do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), também os agentes penitenciários. Contudo, o pagamento contemplará apenas o pessoal da ativa. A medida visa a tentar evitar que os PMs e bombeiros realizem uma paralisação prevista para o próprio dia 13.
Porém, a Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN divulgou uma nota na qual informa que, mesmo diante do anúncio do pagamento, a mobilização será mantida até que dinheiro seja depositado e a regularização dos salários também contemple os policiais da reserva e pensionistas.
A secretária da Segurança Pública e da Defesa Social, delegada Sheila Freitas, disse durante entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira (7) que, caso os PMs insistam em cruzas os braços, é possível acionar a Justiça para impedi-los ou, ainda, pedir ajuda do Exército Brasileiro para garantir a segurança nas ruas. “Faço um apelo para não pararem”, declarou.
Sheila Freitas reforçou que greve de militares é uma ação ilegal, e que o Executivo está se esforçando para regularizar o pagamento dos salários atrasados.
O governador Robinson Faria (PSD), por meio de suas redes sociais, na noite desta segunda-feira (6), fez críticas ao movimento dos policiais. “Não admito e tomarei todas as medidas, inclusive as mais drásticas se preciso for, para garantir o trabalho da segurança para a população”, declarou.
As publicações do governador ocorreram após a realização de assembleias de oficiais e praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que decidiram paralisar suas atividades.
Folha de outubro
A folha de outubro para quem ganha até R$ 2 mil, além da quitação da folha de setembro, será paga sexta-feira (10). Porém, para as demais categorias, o governo não informou quando pagará os salários de quem ganham acima de R$ 2 mil.